Cidade de Moema - História do Livro

Somente em julho de 1985, pude voltar a Moema. Desta feita, pude encontrar um menino de doze anos, do qual a minha mãe sempre falou. Um menino queimado do sol e já com os cabelos um pouco grisalhos. Pudera, muitos anos se haviam passado desde que fora meu padrinho de crisma. Meu padrinho Rafael Bernardes Ferreira, então, prefeito de Moema.

Contando com o apoio do prefeito Rafael e do Professor Fernando José Cardoso começamos a pesquisar. Primeiramente, entrevistamos muitas pessoas vividas de Moema, Bom Despacho, Santo Antonio do Monte e Belo Horizonte. Depois, descoberta a principal fonte da História de Moema, qual seja, o Arquivo Judiciário de Pitangui, passamos a frequentar aquela maravilhosa cidade histórica onde pudemos obter os principais documentos históricos sobre a nossa cidade. Assim, em 1987, finalmente, através da própria prefeitura, pudemos lançar o nosso livrinho.

No entanto, minha mãe não pôde comparecer... falecera em novembro de 1986. Minha irmã Isabel esteve presente.

 

Ao lado, Lourdes, minha sobrinha, eu, o primo Otaviano e esposa e minha tia Acacina.

Depois, o livrozinho caminhou por si mesmo... os professores de Moema o aprovaram e os meninos, parece, gostaram mesmo de ter uma história. Em 2000, fizeram-me uma inesquecível homenagem... no Colégio Chico Marçal.

Ao lado, os queridos professores de Moema, no dia em que homenagearam o livro

Voltar