Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais -  Autores e Livros

CELSO FALABELLA DE FIGUEIREDO CASTRO FRITZ  TEIXEIRA  DE  SALLES

Mar de Espanha... São João Nepomuceno.... muitos nem imaginam o que já aconteceu nessa terra! A Zona da Mata já foi palco de feitos inimagináveis. Aventu-reiros, soldados, bandidos, emba-tes e guerras sem fim. Leia o livro e conheça um pouco do palco, dos fatos e dos personagens. 

Vila Rica do Pilar... debaixo da história dessa vila, de suas tradições,  Fritz Teixeira de Salles escavou entre as letras dos livros e documentos e  arrancou, com seu almocafre lógico e intuitivo,  muita coisa... vá com ele pelas ruas e becos... em silêncio para não espantar a história....  

JORGE LASMAR JOSÉ CRUX RODRIGUES VIEIRA

José Bonifácio de Andrada e Silva, Dom Pedro I... a Independência...  Dom Belchior... ele estava JUNTO no dia do Grito... lá no Ipiranga... homem misterioso... era de Diamantina... vigário de Pitangui; seu túmulo ficou na escada da igreja para ser  pisado pelos fiéis... até hoje... por que?          

José Crux caçou a verdade como um investigador pertinaz e perspicaz... Cruzou informações, investigou fatos paralelos e pessoas não indiciadas pela Devassa... fez conotações nunca antes estabelecidas... É uma obra abrangente e sistematizada... boa fonte para trabalhos escolares.           
JOSÉ GOMIDE BORGES MÁRCIO JOSÉ DA CUNHA JARDIM

A busca aos ancestrais é o máximo do sublime. Muitos nascem e, sem nunca se inda-gar...  vivem e morrem no berço-túmulo. Outros, olham para o céu e se buscam... nas estrelas se preciso for. O autor foi ao subterrâneo dos arquivos; foi sair em Portugal... e trouxe luzes.      

A inconfidência se forjou num pretérito imperfeito... Márcio Jardim buscou as melhores fontes bibliográ-ficas e primárias, perquirindo-as em cuidadosos silogismos. Respeitou os limites imperfeitos do pretérito e se ateve a iluminar o raciocínio das idéias que bordaram um triângulo de sangue, dum homem que virou pátria.     

OILIAM JOSÉ OILIAM JOSÉ

Livro escrito em 1962, quando o tema NEGRITUDE não tinha, ainda, um livre trânsito, mesmo em Minas Gerais. A Libertação dos Escravos em Minas foi tratada de forma tão natural, serena e sem preconceito neste livro de Oíliam,  que ele se impôs em benefício do tema e da História. Leia.

Livro fundado em vasta fonte bibliográfica e primária. É uma col-cha dialética costurada com quadros silogísticos, sem contudo, ser cansa-tivo. A maioria dos que o leram diz que a leitura foi de um só jato; a leitura é muito agradável e cativante; não há como parar. Tem índice onosmático, facilitando a pesquisa.

OSWALDO DIOMAR SERAFIM  ÂNGELO  DA  SILVA  PEREIRA

Oswaldo Diomar pertence a uma plêiade de pesquisadores que se alimentam na revoltosa Pitangui. A História do Carmo do Cajuru é interligada à de todas as cidades do Centro-Oeste Mineiro. As crianças de Cajuru conhecem o Professor Oswaldo e a História de sua terra. Um povo assim há de ser imbatível. Leia.  

Este é o terceiro volume de uma obra de amor a Itambacuri. Povoação surgida no final do século XIX e começo do século XX, onde o bandeirante é o padre missionário. Serafim Ângelo é inacreditável.  Tudo isto está escrito e documentado nos mínimos detalhes.  Este volume de seu livro é mais um farol para os filhos de sua Terra. Leia.

Voltar